Home

Como é difícil fazer um trabalho voluntário, como é difícil convencer as pessoas a doarem seu tempo para ajudar os outros, depois de quase um ano de Grupo Solidary, vejo o quanto não nos preocupamos com o próximo, o quanto não ligamos para a vida dos outros, se vivem bem, se precisam de algo, como somos egoístas a ponto de esquecer aquele que necessita de algo…

Assumir um compromisso é algo muito sério, e ter responsabilidade de assumir e fazer aquilo acontecer é mais difícil ainda.

Me entristeço em ver como somos egocêntricos que só ajudamos quando o fato traz retorno, seja através de uma bebida, de um jogo, de uma festa, para esse tipo de ajuda sempre estamos prontos; acordamos cedo, cancelamos compromissos, dormimos tarde, e para ajudar os outros? Temos essa mesma disponibilidade?

Minha experiência diz que não, que não nos doamos da mesma maneira, porém cada ser humano tem uma maneira de pensar e agir, não fazer da mesma maneira é errado? Creio que dependa do ponto de vista, no meu é, mas, pode ser que o seu seja diferente…

Meu intuito não é debater o certo ou errado, é justamente que cada um que lê esse post faça a reflexão se pode ou não ajudar quem precisa, o Grupo Solidary precisa muito de pessoas para continuar a caminhar, precisa de pessoas para criar novas idéias, para que possamos atingir o maior número de pessoas possível, não de uma maneira maçante, mas de um forma agradável para quem faz ação e principalmente para quem recebe…

Eu gosto muito de tudo isso e compartilhar momentos como os vividos desde fevereiro desse ano é algo único para mim, por isso, quero compartilhar e mostrar o quanto isso faz bem para nossa alma…

Reflita, verifique seu tempo e tente dedicar um pouco mais para quem precisa….

Um abraço a todos.

Rogério Sabino
Grupo Solidary

Anúncios